Autoconceito em estudantes universitários de Moçambique

Zeitschriftenaufsatz


Autoren/Herausgeber


Forschungsfelder


Details zur Publikation

Untertitel: Estudo das relações e diferenças em função de variáveis pessoais e contextuais dos alunos
Autorenliste: Araújo, A. M.
Verlag: Universidad de A Coruña
Jahr der Veröffentlichung: 2017
Zeitschrift: Revista de Estudios e Investigación en Psicología y Educación (2386-7418)
Heftnummer: 10
Erste Seite: 66
Letzte Seite: 70
Seitenumfang: 5
ISSN: 2386-7418
Sprachen: Portugiesisch-Portugal (PT-PT)


Beschreibung

O autoconceito é uma variável que acompanha a individualidade e os
contextos de vida dos sujeitos. O Ensino Superior, pela sua
complexidade, surge como um contexto que afeta a autoperceção dos
estudantes, surgindo diferenças a ter em conta quando se trata de
estudar os percursos de vida dos estudantes e como esses afectam a sua
identidade. Neste artigo analisam-se as relações e diferenças no
autoconceito em função de variáveis pessoais e de contexto dos alunos
universitários de Moçambique. Participaram neste estudo 250 alunos da
Universidade Pedagógica na Beira com idades entre 16 a 55 anos (M=
29.08; DP= 7.75), sendo 103 (41.2%) do sexo masculino. Destes 102(40.8%)
tem até 23 anos de idade. Foi administrado o Questionário de
Autoconceito para Estudantes Universitários de Moçambique. Os resultados
mostram diferenças em função do género apenas nas dimensões do
autoconceito religioso, do autoconceito académico e do autoconceito
social, estas duas últimas dimensões a favor do género masculino.
Tomando agora a variável idade, surgem diferenças com significado
estatístico a favor dos estudantes com idade superior a 23 anos nas
dimensões do autoconceito académico e autoconceito social. Finalmente
verifica-se alguma associação do autoconceito com algumas variáveis,
nomeadamente o ano do curso e o nível de escolaridade dos pais,
sugerindo alguma diversidade nos alunos que frequentam hoje o Ensino
Superior e que merece ser atendida pelas instituições.
Self-concept
is a variable that accompanies individuals' individuality and life
contexts. Higher education, due to its complexity, is a context that
influences students' self-perception, with differences to be taken into
account when studying students' life paths and how they influence their
identity. This article analyzes the relationships and differences in
self-concept as a function of personal and context variables of
university students in Mozambique. A total of 250 students from the
Pedagogical University of Beira aged 16-55 years (M = 29.08, SD = 7.75)
participated in this study, of which 103 (41.2%) were male. Of these 102
(40.8%) are aged up to 23 years. The Self-Concept Questionnaire for
University Students of Mozambique was administered. The results show
differences according to gender only in the dimensions of religious
self-concept, academic self-concept and social self-concept, the latter
two dimensions favoring males. Taking into account the variable age,
there are statistically significant differences in favor of students
over the age of 23 in the dimensions of academic self-concept and social
self-concept. Finally, there is an association of self-concept with
some variables, namely the year of the course and the parents’ academic
background, suggesting some diversity in the students who attend Higher
Education, which should be observed by the institutions.


Schlagwörter

Es wurden keine entsprechenden Inhalte gefunden.


Dokumente

Es wurden keine entsprechenden Inhalte gefunden.

Zuletzt aktualisiert 2019-13-08 um 00:46