O sistema interamericano de direitos humanos e a proteção dos direitos sexuais e reprodutivos

Article de journal


Auteurs / Editeurs


Domaines de Recherche


Détails sur la publication

Liste des auteurs: Wermuth M, Ghisleni P C
Editeur: Universidade Federal do Paraná
Année de publication: 2017
Journal: Revista da Faculdade de Direito UFPR (0104-3315)
Numéro du volume: 62
Numéro de publication: 2
Page d'accueil: 53
Dernière page: 72
Nombre de pages: 20
ISSN: 0104-3315
eISSN: 2236-7284
Languages: Potugais-Brésil (PT-BR)


Résumé

A contemporaneidade inaugurou novas formas de ser e estar no mundo, emprestando especial relevância às experiências concretas dos sujeitos, recusando a igualdade formal e abstrata típica da Modernidade. Nesse contexto de reconhecimento de diferenças e visibilização de demandas identitárias, o caminhar rumo à concretização de direitos humanos passa, necessariamente, pela dimensão da sexualidade e do direito de (não) reprodução. Com isso, categorias como família, casamento, sexo, afeto e desejo são reiteradamente questionadas (e ressignificadas). Quando o direito doméstico não responde adequadamente às demandas que lhe são submetidas, instituições como o Sistema Interamericano de Direitos Humanos (SIDH) revelam-se fundamentais no resgate do ideal universal de direitos humanos, atento às particularidades regionais. Portanto, este artigo trata, empregando o método hipotético-dedutivo, dos direitos sexuais e reprodutivos no direito internacional dos direitos humanos, a partir da análise de casos emblemáticos processados no âmbito do SIDH.


Mots-clés

Pas d'articles correspondants trouvés.


Documents

Pas d'articles correspondants trouvés.

Dernière mise à jour le 2019-13-08 à 00:46