Who should participate in health care priority setting and how should priorities be set?

Zeitschriftenaufsatz


Autoren/Herausgeber


Forschungsfelder

Es wurden keine entsprechenden Inhalte gefunden.


Details zur Publikation

Untertitel: Evidence from a Portuguese survey
Autorenliste: Veloso, A. B., Pinho, M. M., & Veiga, P. A. C. V.
Verlag: Universidade Nova de Lisboa, Escola Nacional de Saúde Pública / Elsevier España (Elsevier Doyma)
Jahr der Veröffentlichung: 2013
Bandnummer: 31
Heftnummer: 2
Erste Seite: 214
Letzte Seite: 222
Seitenumfang: 9
ISSN: 0870-9025
Sprachen: Englisch-Vereinigtes Königreich (EN-GB)


Beschreibung

Este artigo destaca a evolução do debate sobre o racionamento dos
cuidados de saúde com vista a uma aproximação mais explícita e mais
aberta que envolva a participação pública. Os modelos arbitrários que
dominaram a tomada de decisão no setor da saúde estão a ser questionados
por diferentes setores da sociedade. Métodos Partindo de dados
recolhidos com 442 estudantes universitário, foram exploradas as
opiniões sobre a participação pública no que se refere à tomada de
decisão quanto ao racionamento dos cuidados de saúde. Resultados
Os resultados sugerem que embora os cidadãos desejem ser consultados,
acreditam que cabe aos médicos desempenhar o papel mais importante nas
decisões de racionamento. Discussão A confiança nos médicos não é, todavia, independente dos critérios usados para apoiar as suas decisões.


Schlagwörter

Health, Health priorities


Dokumente

Es wurden keine entsprechenden Inhalte gefunden.

Zuletzt aktualisiert 2019-13-08 um 00:15